Skip to main content

Jogando bola

jogando-bola

O quarto da Cecília, como já era de se esperar, é bastante colorido, cheio de bichos de pelúcia (uns até maiores que ela), jogos, tapetes e muitos, mas muitos brinquedos educativos.

O que realmente ainda não tem muito são bonecas! Honestamente, não sei porquê. Eu particularmente acho algumas bonecas meio bizarras e prefiro esperar até que ela comece a pedir os brinquedos dela.

Enfim.

Um dia, minha mãe resolveu comprar umas bugigangas para os netos e acabou comprando uma bola, dessas de R$ 1,99 para a pequena. A maluca adorou! É “bóa” para cá, é “bóa” para lá e que acabou se intensificando quando a minha sogra comprou no aniversário dela uma piscina de bolinhas! Frenesi total!

A piscina é muito grande e fica meio sem espaço no quarto, então tiramos algumas bolas do saco deixamos espalhadas junto com outros brinquedos. Tem também um tal de boliche com pinos de animais que juntou coisas que ela adora:

“Auau”, “miau” e “bóa” (…) novamente!

Quando deito naquele tapete de EVA e começo a tirar as coisas das caixas para brincar, ela já pede as bolas coloridas e joga, chuta, dá um monte de risadas!

Tirando isso, ela gosta também de caixas de papelão velhas, baldes, embrulhos, copos vazios de requeijão (…)

Algumas vezes já ouvi do quarto: Páááraaaa de brincar de bola com a Cecília. Ela não é menino!

Ah, me deixa! Ela gosta e eu também! Daqui a pouco ela vai começar a querer pentear, vestir, maquiar e já imaginam que será o pai sofredor cobaia da vez???!!??

Comentários

comentário(s)

Well Bonfim

39 anos, empresário, santista de nascimento e roxo de coração e papai sofredor da Cecília