Skip to main content

Pagando o Mico!

Havia escrito no texto anterior (A Escolinha) que após decidir que a Cecilia iria começar na creche municipal, eu traria novidades. Vamos a elas:
Aprovamos a creche e logo no dia seguinte resolvemos levá-la para iniciar o período de adaptação que vai das 7:30h ate 12h. Vimos tudo o que precisava e na lista, só faltava a mochila.
Compramos e lá vamos nos organizar para que ela levante super cedo. A partir daí, o coração já começou a ficar apertado.
Acordamos no horário e ela também. Não reclamou e já foi logo pegando uma das bonecas para brincar. Trocamos de roupa e fomos falando para ela que ficaria hoje na escolinha, com um monte de amigos e que o papai e a mamãe não estariam por perto, mas que logo voltariam para buscá-la.
Foi dando certo. Para ela. Meu coração estava mais que apertado. Estava começando a rasgar..
Chegamos na creche e fomos com ela onde os pequenos tomam o café da manhã. Para a nossa surpresa, ela sentou e ficou muda, observando tudo e todos. A gente ficou um pouco do lado dela e aos poucos fomos nos afastando.
A essa hora, meu coração já tinha arregado e algumas lágrimas insistiam em querem sair.
Ao terminar o café, as crianças foram levadas pelas “tias” para o parquinho. Nesse momento nos afastamos e mesmo super quieta e ressabiada, foi com a tia e os amiguinhos.
Pronto. Coração apertado e lágrimas pesadas caindo. O mico estava no meu ombro.
Ela ficou bem com as outras crianças e pelo que foi relatado pela creche, ficou bem e somente não comeu.
Passei a manhã toda neste estado ridículo, e nunca vi a hora demorar tanto para passar. Fomos buscá-la no horário e quando ela nos viu, aquele queixo de choro de formou e foi de cortar o coração.
Infelizmente, depois desse dia, logo veio a Páscoa e ela também ficou doente e então ainda não retornou.
Eu achando que a mãe ia cair em prantos e se rasgar de desespero. Nada! Foi o pai de menina sofredor que deu chilique.
Prenúncios do que ainda esta por vir!
Em breve, cenas dos próximos capítulos.

Comentários

comentário(s)

Well Bonfim

39 anos, empresário, santista de nascimento e roxo de coração e papai sofredor da Cecília

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.